Muito usada para móveis, especialmente conhecida no Espírito Santo e Minas Gerais, a Sucupira ou Macanaíba é uma madeira bonita e de alta resistência a pragas e por essa razão é fácil encontrar móveis centenários dessa madeira.

Também recebe outros nomes pelo país a fora: cutiúba, macanaíba, macanaíba-pele-de-sapo, sapupira, sapupira-da-mata, sapupira-parda, sebepira, sucupira-açu, sucupira-da-terra-firme, sucupira-da-várzea, sucupira-do-igapó, sucupira-marreta, sucupira-parda, sucupira-preta, sucupira-roxa.

Características

A colorarão do cerne após o corte, é marrom com tonalidade chocolate, tornando-se marrom escuro após a secagem e apresentando ainda, faixas estreitas de um marrom mais claro. O borne é estreito, claramente diferenciado do cerne, e acinzentado ou cinza-róseo. A madeira possui textura grossa, embora homogêneas, apresenta pouco desenho, alto brilho, e a grã varia de direita a ligeiramente entrecruzada.

O cheiro e o sabor são indistintos.

Trabalhabilidade

             A Madeira de sucupira é moderadamente difícil de ser trabalhada. É difícil de aplainar, devido à grã revessa. Fácil de tornear apresentando bom acabamento. Elevada capacidade de retenção de parafusos, é recomendada a perfuração prévia na aplicação de pregos.

Aceita satisfatoriamente verniz ou polimento, desde que seja primeiramente aplicada uma substância para enchimento de poros da madeira.

 

Para mais detalhes confira o vídeo: